A inovação e a praticidade são hoje dois dos principais interesses dos consumidores que procuram tintas. Nas lojas, a demanda é cada vez maior por produtos fáceis de aplicar e com novas funcionalidades.

Uma revolução nas redes sociais explica essa tendência. É cada vez maior o número de canais especializados em técnicas “faça você mesmo” (ou DIY, da expressão em inglês do it yourself), o que leva os grandes varejistas a incentivarem esse tipo de atividade, lançando guias próprios oferecidos nas próprias lojas e aumentando a variedade de produtos nas prateleiras.

EMULSÕES 100% ACRÍLICAS SÃO UMA EVOLUÇÃO DO MERCADO PARA TINTAS DE ALTA PERFORMANCE QUE ATUAM COMO BARREIRA CONTRA ÁGUA, EVITANDO O SURGIMENTO DE BOLHAS.

O ciclo se fecha com a indústria, que desenvolve novas soluções para tornar as tintas imobiliárias (arquitetônicas) decorativas de interior e exterior ainda mais úteis para consumidores, decoradores, arquitetos e outros profissionais da construção civil.

As emulsões acrílicas, uma evolução em relação às resinas acrílicas estirenadas disponíveis no mercado, são um exemplo, pois oferecem:

  • melhor relação custo-benefício;
  • maior resistência à abrasão e lavagens;
  • poder de cobertura seca e úmida;
  • excelente resistência mecânica;
  • compatibilidade com diversos modificadores reológicos.

Proteção contra umidade

Um dos atributos das emulsões 100% acrílicas é proporcionar resistência de alta performance contra umidade, vantagem essencial para aplicação em regiões costeiras. Com um equilíbrio superior entre propriedades de barreira e permeabilidade, as tintas não formam bolhas, apesar da influência da umidade.

Além disso, têm grande resistência à eflorescência (manchas esbranquiçadas na superfície pintada) e à alcalinidade (que pode causar saponificação da tinta, com formação de manchas, seguida de amolecimento ou descascamento) devido à sua natureza acrílica.

A sustentabilidade e o conforto são dois outros diferenciais. A emulsão tem pouco odor, o que reduz o incômodo após a pintura, além de ser livre de formaldeído e compostos de alquilfenol etoxilado (APEO).

Consumo de tintas

Brasil (maior mercado na América Latina)
6,5 litros/habitante/ano

Europa
13 litros/habitante/ano

Estados Unidos
15,5 litros/habitante/ano