A cobertura é uma das principais estruturas de um projeto arquitetônico. E uma das que mais exigem soluções eficientes porque tem a função de garantir a estanqueidade (capacidade de reter água) e um bom desempenho térmico e acústico.

MODELOS RESISTENTES, VERSÁTEIS E EFICIENTES AJUDAM A REDUZIR O PESO DAS ESTRUTURAS E GERAM ECONOMIA NA OBRA. 

No Brasil, a estética é levada mais em consideração do que os aspectos técnicos. Isso explica, por exemplo, porque os telhados de telhas e madeiramento são mais comuns, com um maior uso de produtos de cerâmica, concreto e fibrocimento.

Uma solução versátil e de menor custo

O fibrocimento surgiu no mercado para substituir a fibra de amianto, material muito usado no passado na fabricação de telhas onduladas, mas que é tóxico. Hoje, o fibrocimento representa metade do mercado brasileiro por diferentes motivos

      • Pode ser fabricado em diversos tamanhos e espessuras.
      • Muitos modelos são resistentes e visualmente agradáveis.
      • Alguns produtos permitem a execução de coberturas praticamente horizontais pois não necessitam de caimento tão íngreme quanto o das telhas de cerâmica.
      • Reduz o peso estrutural em relação às telhas de barro (menos carregamento em pilares e vigas da estrutura).
      • Fácil instalação por sua maior dimensão.
      • Grande durabilidade e agilidade na entrega da obra.

A limpeza também é muito mais simples, pois possuem poucas reentrâncias. Essas características permitem que o custo, comparado ao dos materiais tradicionais, seja reduzido.

Tecnologia por trás da inovação

As telhas de fibrocimento são uma mistura de cimento e fibras sintéticas (materiais poliméricos). As mais utilizadas são o PVOH (polivinil álcool) e o PP (polipropileno).

É uma tecnologia que dá maleabilidade à telha e possibilita uma grande variedade de opções de espessura. Por isso, as telhas de fibrocimento se adequam a todos os projetos arquitetônicos, dos mais tradicionais aos mais inovadores.

Telha de fibrocimento

A instalação é feita por sobreposição: não há necessidade de concreto, o que ajuda a manter o canteiro limpo e organizado, e as telhas podem ser pintadas. No caso do fibrocimento branco, a essas vantagens se soma o conforto térmico dentro dos ambientes, uma vez que este tipo de material reduz temperatura média interna em até 4º C.

A boa notícia é que mais inovações estão sendo desenvolvidas para que as telhas de fibrocimento sejam ainda mais eficientes. A tendência é que, com os anos, novas normas sejam criadas para garantir a qualidade e especificações que atendam, com segurança, às necessidades do mercado.

Impermeabilização garantida

Além da mistura tradicional de fibra e cimento, existem também modelos com silicone na formulação da massa, o que aumenta a impermeabilidade. Esse tratamento também pode ser aplicado, posteriormente, nas telhas já instaladas.

A impermeabilização também é possível com verniz acrílico à base de água. O uso de aditivos inovadores deixa as telhas resistentes a eflorescências, água, raios UV e a intempéries, aumentando a durabilidade e a proteção ao substrato.